Alagoas
Casa do Brasil
Corrida
CPH
CrossFit
Descobrindo Kona
Duathlon
Entrevistas
Florianópolis
Fodaxman
Fortaleza
Hawaii
Igor Amorelli
Ironkids
IRONMAN
IRONMAN 70.3
Kona
KONA 2016
KONA 2017
KONA 2018
KONA 2019
Maceió
Mizuno
Mundial
Palestras
Pâmella Oliveira
Parada das Nações
PATH 5k & 10k
Probiotica
Quick Talks
Rio de Janeiro
Santa Catarina
Santiago Ascenço
São Paulo
Sarah True
Swim
Tênis
Thiago Vinhal
Triday
Underpants Run

29 . Nov . 2016

Para sair bem na foto

Fotógrafos estão cada vez mais presentes nas corridas de rua. Não importa o tamanho do evento. Seja lá a prova que for, sempre há um ou outro espalhado pelo percurso para clicar os momentos especiais dos corredores em ação. Cerca de um ou dois dias depois do evento, é só procurar pelo número de peito nos sites especializados e pronto. É uma lembrança para toda vida. Mas, se alguns ficam contentes e satisfeitos por encontrar suas melhores imagens no seu momento “performance”, há também aqueles que se frustram com a busca, ou porque não encontram nenhuma imagem que possa eternizar a participação naquela corrida ou, se encontram, pode não ser algo que valha pagar para ter a lembrança. Na maioria das vezes a culpa por uma foto mal clicada ou simplesmente não clicada não é do fotógrafo. E os profissionais especializados nesse tipo de trabalho são unânimes em dizer: “Na ânsia de querer a todo custo ser fotografado, muitas vezes o corredor deixa de ser clicado ou até mesmo acaba inutilizando uma imagem por conta própria”.

Para que você saiba como se comportar numa próxima corrida para sair bem na foto, reunimos aqui 10 dicas valiosas, que com certeza vão ajudá-lo a não atrapalhar o andamento da prova e a facilitar o trabalho do fotógrafo. E, se tudo der certo, você terá uma recordação especial do seu grande dia.

 

Foto: Fernanda Paradizo

1. Os fotógrafos em geral se posicionam em locais não muito estreitos, quando o circuito permite, e sem recuos. Isso facilita o trabalho deles, uma vez que terão uma visão melhor de todos os corredores que passam. A condição de luz do local e o fundo da foto são fatores também que determinam a posição do profissional.

2. Não adianta ser fotografado em todos pontos da prova se seu número de peito não está visível. Tenha o cuidado para que ele não fique dobrado. Se seu número não estiver à mostra, sua foto não será disponibilizada para compra. Há alguns sites que colocam numa área chamada “atletas não identificados”. Nesse caso, caberá a você procurar sua foto no meio de tantas outras.

3. Olhe para a frente e se preocupe com sua corrida. Não é você que tem que ver o fotógrafo, mas ele que tem a missão de vê-lo e clicá-lo no meio da multidão. Esse é o trabalho de dele. E acredita: o interesse dele em fotografá-lo é tão grande quanto o seu em ser clicado. Afinal, esses profissionais muitas vezes não ganham uma diária, mas sim por porcentagem de venda.

4. Em largadas de provas, quanto mais próximo ao pórtico, mais aglomerado é e será mais difícil de ser clicado. Os fotógrafos que ali ficam em geral estão ali apenas para fotografar a largada como um todo e não especificamente um ou outro atleta. Não se preocupe e redobre os cuidados. Se não for fotografado nesta hora, terá chance de ser clicado ao longo do percurso, que é onde a maioria dos profissionais se posicionam.

5. Ao avistar um fotógrafo, não atravesse o percurso na frente dos colegas nem abra os braços na tentativa de chamar o profissional ou mesmo de fazer pose. Se quiser abrir o braço, dar um sinal de ok, faça-o de forma discreta sem prejudicar os outros que estão a seu lado.

6. Não pare na frente do fotógrafo. Além de atrapalhar o fluxo da prova, você não permite que os atletas que estão atrás de você sejam fotografados. Lembre-se que o foco pode estar em outro atleta. Se você surgir de repente, não há tempo suficiente para mudar o foco rapidamente para você.

7. Não adianta pedir por foto quando estiver muito perto do fotógrafo. Em geral, estes profissionais trabalham com teleobjetivas (lentes de longo alcance) e necessitam de uma mínima distância para conseguir vê-lo através das lentes e fazer uma boa foto, focada e com bom enquadramento.

8. Correr normalmente é a melhor forma de ser fotografado, mas isso não quer dizer que não precisa abrir um sorriso, fazer um leve movimento de braço, um “tchauzinho” para a câmera ou um sinal de positivo. No movimento dos braços, tome muito cuidado para não atingir alguém ao seu lado.

9. Caso queira ser fotografado com um amigo, tente ficar o máximo possível junto da pessoa. Não adianta dar as mãos e abrir um para cada lado. Isso dificultará o foco e o enquadramento. Coloque o braço no ombro do amigo, por exemplo. Além de a foto ficar mais bonita, é mais garantido que a imagem sairá boa.

10. Na chegada ou perto dela, continue concentrado na corrida. Olhe para a frente, não olhe para o relógio e não se preocupe em dar o stop do cronômetro. Tenha cuidado também de não colocar a mão na frente do seu número de peito. Estas fotos costumam ser feitas com lentes mais abertas, que abrem o ângulo da imagem e dão a possibilidade de pegar os corredores com os braços para o alto, comemorando a vitória.