Alagoas
Casa do Brasil
Corrida
CPH
CrossFit
Descobrindo Kona
Duathlon
Entrevistas
Florianópolis
Fodaxman
Fortaleza
Hawaii
Igor Amorelli
Ironkids
IRONMAN
IRONMAN 70.3
Kona
KONA 2016
KONA 2017
KONA 2018
KONA 2019
Maceió
Mizuno
Mundial
Palestras
Pâmella Oliveira
Parada das Nações
PATH 5k & 10k
Probiotica
Quick Talks
Rio de Janeiro
Santa Catarina
Santiago Ascenço
São Paulo
Sarah True
Swim
Tênis
Thiago Vinhal
Triday
Underpants Run

26 . Nov . 2016

Dez anos

Munida da coragem típica de uma jovem de 22 anos, chamara o pai para uma conversa. Durante o almoço, no entanto, tremia só de pensar em dar a notícia. Conversou, desconversou, até que veio a conta. E a bomba. “Pai, vou me afastar da Engenharia. Quero ser profissional”. Ao que pai, talvez surpreendido pela noticia, respondeu: “até quando?” Até quando..? Não sabia dizer.

Dez anos. Se pudesse antever o futuro, seria essa a resposta. Um de preparação, mais nove vivendo o sonho da adolescência. Algumas vitórias, outras tantas derrotas, cada uma com um gosto diferente. Gosto de sangue. Alívio. Dor. Felicidade plena. Decepção. Centenas de amigos feitos muito afora e um ou outro perrengue aqui e ali. Alguns bem assustadores, mas que certamente valeram a pena em meio a dez anos bem vividos.

Até que, um dia, não poder largar na sua prova preferida não doeu. Já estivera na mesma posição anos antes, mas então fizera uma [quase irresponsável] promessa de voltar. Desta vez, começava a enxergar outras motivações, outros propósitos. Não queria se afastar do meio, mas não sentia mais a urgência de levantar a faixa. Ficava feliz por registrar as conquistas dos amigos, por contribuir com elas. Numa quinta-feira qualquer, sentiu-se bem por estar passando adiante um pouco do que custara a aprender. Soube, ali, que mais um ciclo chegara ao fim.

Teimosa que é, tentou de novo. Talvez estivesse apenas desmotivada pelo afastamento temporário das competições. Treinou um pouco, suou um monte. (Disseram-lhe que água salgada cura qualquer coisa). Percebeu que ainda ama aquilo. Só não tem mais o tempo, ou o interesse, de dedicar-se profissionalmente apenas a si mesma. Quer agora retribuir. Aprender, ensinar, disseminar. Com sorte, inspirar.

Pra Engenharia não volta, não cabe mais. Vai continuar, de um jeito diferente, o que escolheu viver há muito tempo. Há muito mais que dez anos.